terça-feira, 8 de dezembro de 2015

31.10.15 - El Gouna | Cairo

A última etapa do Cross Egypt Challenge é, normalmente, a verdadeira aventura. Este ano não podia ser diferente: foram quase 600 km de etapa rolante, em sentido contrário ao da segunda etapa, com uma entrada apoteótica no caos do trânsito do Cairo, obrigando ao encerramento do anel que liga os vários pontos da cidade; às 16:30 estávamos no Cairo, depois de mais de 10 horas em cima da scooter.
Mas antes de lá chegar, tive a difícil tarefa de levar a scooter com "Harley sound" até ao Cairo.
Não repararam o escape e a pequena scooter fazia um barulho ensurdecedor. Um motim dos taiwaneses - coitadinhos, uma scooter não pode fazer barulho! -  levou que a organização me mandasse rolar sozinho entre as ultimas scooters e os camiões.
Um erro deles levou-me a fazer a pior etapa em dois anos de rali.
Enfim!
Como se isso não bastasse, ainda me tive uma menina egípcia que nunca sentou o rabinho numa moto ou scooter a chamar-me à atenção porque a minha condução era perigosa: andava muito depressa e saltava nas lombas.
Enfim!
O que vale são os amigos e o Drew deixou o seu grupo para vir rolar comigo.
A chegada foi o caos mas podémos tirar as fotos nas pirâmides.
A chegada foi um caos mas vivemos a camaradagem típica nestes momentos, com muitos beijos, abraços, fotos, bandeiras dos vários países a voarem ao vento, muita cerveja e promessas de reencontros.




Sem comentários:

Publicar um comentário