segunda-feira, 24 de abril de 2017

22.4.17 - Algeciras | Tanger

Este dia não teve fim e o correcto seria escrever Algeciras - Marrakesh. Mas há outras coisas que se sobrepõem.
Como sabem sou rotário e há algo muito importante que se aprende ainda no Rotaract e que depois cresce connosco para a vida adulta: Rotary é tolerância. Tolerância para com todos mas, ainda mais, para com aqueles que nunca tiveram oportunidades iguais às nossas: de educação, de formação,  de valores distintos dos nosso pela etnologia, pela geografia e muitos outros.
Devido ao estado do mar no Estreito de Gibraltar e ao porto estar fechado há vários dias, estavam milhares de pessoas em Algeciras para cruzar o mar em direcção a África: motos, automóveis, camiões, e pessoas sem transporte. Era uma verdadeira confusão nunca antes vista.
Com o 25 de Abril e o 1 de Maio à porta, Portugal deveria ser o país mais bem representado e fizemo-nos logo sentir: pela troca de experiências, comida, pela musica que ecoava dos carros e das motos, muitas minis e chouriço assado trazia aquela mística de um 10 de Junho.
Foi bacalhau com grão da Liporfir, acompanhado de um alvarinho trazido por gente de Lordelo, ao som das Doce.
Horas depois da hora prevista para embarcar, quando tudo nos fazia crer levar a África, um caso de polícia: uma mulher sentiu-se mal a bordo e foi chamado o INEM espanhol. Chegado ao local, o caso transformou-se numa operação do CSI: a mulher estava morta há bastantes horas. Uns marroquinos, na esperança de pouparem um serviço fúnebre em Espanha e deportação, tentaram transportar um cadáver no carro. Com isto, mais umas horas de espera.
Já no barco, uma viagem de pé para preencher os papeis para o Visto; e mais umas quantas cenas com camionistas marroquinos, dignas do melhor da WWF.
Já no porto de Tânger, nova desorganização: deverá ter sido ali que foi criado sketch "qual papel?".
Das 11 da manhã de 22 de Abril às 7.30 da manhã de 23, foi o tempo que demorou a fazer uma travessia de um estreito.
D. João I levou menos gente e estava pior apetrechado e conseguiu dar um novo mundo ao mundo. O que nos esperará daqui para a frente?!
Tolerância: podia ter escrito sobre a teoria de Murphy, mas a palavra tolerância tem um significado muito mais bonito.

Sem comentários:

Publicar um comentário