sexta-feira, 31 de julho de 2015

31.7.15 - Doha | Singapore

Mais um avião, mais uma viagem longuíssima que nos levou de Doha, no Qatar, a Singapura. Cruzamos o Golfo Pérsico, a Índia, o Índico, andamos às voltas por cima da Malásia até aterrarmos em Singapura.
O voo atrasou devido a problemas no avião ao sairmos de Doha - estava a ver que tinha que ir lá fora empurrar para ele pegar! Devido a isso chegamos a Singapura muito tarde e não vimos nada...
Mas antes, durante o voo, dormi, comi, bebi e vi filmes. Comi um filete de peixe com batatas ao pequeno almoço e foram servindo snacks ao longo do resto do dia. Acompanhei tudo com destilados e fermentados.
Birdman, de Alejandro González Iñárritu, com ‎Michael Keaton, conta a história de um homem desesperado. É uma comédia negra a tender para o drama porque, na realidade, retrata a vida de tanta gente.
Depois vi Fury, com o Brad Pitt. Um filme sobre a Segunda Grande Guerra, em que chorei ao ouvir Logan Lerman a tocar piano para Alicia von Rittberg. Não se conheciam, não falavam a mesma língua mas eram novos e estavam vivos, na guerra. A musica uniu-os e passados minutos faziam amor. A guerra matou-a logo a seguir.
Depois revi American Hustler e Indiana Jones antes de receber o ar húmido e quente de Singapura. 
É uma e meia da manhã e chegamos agora ao hotel. Fomos a um Sake Bar onde uns simpáticos empregados nos serviram sashimi, uma espécie de angúlias e um polvo cru muito pequeno. 
Amanhã passamos o dia em Singapura e às duas da manhã voamos para Sydney.

Sem comentários:

Publicar um comentário