domingo, 30 de novembro de 2014

30.11.14 - Oliveira de Azeméis | Burgo | Oliveira de Azeméis


Acordei cedo com vontade de andar de moto. Enchi a Monte Campo com um agasalho extra, água e a máquina fotográfica, tal como fazia até há uma semana atrás, e fui por ai.
Estando em Oliveira de Azeméis não é difícil encontrar boas estradas e percursos interessantes entre montanha, campo ou mar.
Optei pela montanha e fui até Burgo, passando pela Freita e pelos famosos troços do Rali de Portugal. Um percurso curto mas com curvas bastante pronunciadas e um sobe e desce constante.


Se há uma semana o sol era abrasador, hoje o frio e vento fazem tremer os ossos. Em pleno planalto da serra da Freita, o vento era tanto que cheguei a ter receio de parar a moto e ela tombar.
Passei por riachos, fui à Mizarela, vi arouquesas a pastar; num percurso que antes era de terra batida estando agora em paralelo, vi o Julinho - que me servia lanches mistos e Coca-Cola quando era miúdo, no Doce-Convívio - com um grupo de caminhantes. Parei, conversamos e comi uma fatia de bolo.
O percurso era até Burgo e, depois de ter avistado tamanha paisagem, desci a serra em direcção a Arouca.
Em Burgo, comprei pão-de-ló de Arouca e castanhas doces, que vão servir de sobremesa a umas Tripas aos Molhos, acompanhadas por um Quinta do Estanho Reserva 2008.


Sem comentários:

Publicar um comentário