sexta-feira, 21 de agosto de 2015

20.8.15 - St Gallen | Konstanz | Bregenz | Feldkirch | Eschen | St Gallen

Chegado da Austrália há dois dias, a vida continua.
Ontem foi dia de trabalho, para a Ana e o João, a Carmen foi para Londres e eu fui a Zurich com a Zio. A esta hora a Zio já está em casa e eu ainda estou pela Suiça.
A vida continua e as aventuras também. Depois de estar num país onde, para ver um terço, teria que percorrer mais de 8.000 km; arrisco-me a necessitar de apenas 30 minutos para estar em 4 países distintos.
Assim, o dia começou por ir de St Gallen até às margens do lago Bodensee. Uma massa de água pacífica, azul clara, enorme, que toca três países: Suiça, Alemanha e Áustria.
Ao longe, olhado para o lago, posso ver velas, muitas, a maioria brancas e algumas coloridas. Veleiros de recreio e outros de regata, rápidos, capazes de rasgar a água e fazer a união dos três estados em segundos.
A estrada até Konstanz, na Alemanha, acompanha o recortado das margens e atravessa alguns fancy places. Rolls Royce e Ferraris cruzaram-se comigo, passei por um stand que tinha um Alfa Romeo 155 do DTM e, mais excêntrico, um tanque de guerra; este último é piada, era um tanque mas conduzido por tropas suíças.
Chegado a Konstanz deparei-me com uma típica cidade alemã - ou austríaca ou do norte de Itália - onde além dos edifícios tradicionais, o centro da cidade é vivido pelas pessoas, com comércio de rua e de proximidade, não se vendo grandes superfícies. Nota-se que, além da beleza da cidade que entra pela água, há sustentabilidade económica e com a natureza.
De Konstanz segui para Bregenz, do outro lado do lago,  na Áustria. A meio parei num Lidl para comprar pão, chouriço e bebidas para o almoço: senti-me em casa.
Bregenz é mais pequeno que Konstanz mas igualmente bonita e vocacionada para potencialidade que o Bodensee lhe dá, a nível económico e turístico. Passei pela cidade, fui ver os saldos em lojas de design e roupa de autor.
A meio da tarde fui a Feldkirch.
Uma vila muito cozy, muito ao estilo de casinha de bonecas, entrincheirada entre montanhas, atravessada por um rio.
Com o sol a deitar-se no horizonte foi tempo de ir até Eschen, no Lichenstein, buscar o dono do carro para regressarmos a St Gallen.
Nuns minutos, quatro países. Adoro a Europa!




Sem comentários:

Publicar um comentário